Uma das frases que adoro utilizar com os times é: devemos evitar sermos multitarefa e focarmos em sermos polifuncionais, você sabe a diferença?

É comum vermos pessoas sendo multitarefa com uma vaga ideia de estarem sendo super produtivas, participando de uma reunião e respondendo e-mails, conversando com colegas no teams. Durante o dia ficam indo de uma tarefa a outra, trabalhando um pouquinho em cada para conseguir entregar tudo no final.

O problema é que quando somos multitarefa nosso cérebro simplesmente não funciona tão bem, e é por dois motivos:

O primeiro é puramente físico, para conseguir ser um bom multitarefa nosso cérebro deveria utilizar redes neurais totalmente diferentes e simultaneamente, enviando comandos para um mesmo cortex frontal que realizaria a compreensão dessas múltiplas ações.

A segundo é porque ao começar atividade seu cérebro irá buscar as informações passadas para te ajudar a solucionar aquela tarefa, cada pessoa possui seu próprio tempo de “carregar as informações”, e se você fica trocando de tarefa a todo instante é como se estivesse carregando diversos programas ao mesmo tempo no seu computador mental. O resultado é que você até pode conseguir abrir eles, mas a chance de uma tela azul é alta.

Por isso na agilidade falamos de WIP e de equipes multidisciplinares, limitar seu trabalho em progresso te garante maior produtividade pois dá ao seu cérebro a chance de entrar a fundo em um assunto, já a multidisciplinariedade te permite exercer diversas funções dentro do seu trabalho, sendo poli funcional, mas não multitarefa.

 

A Verum Partners tem larga experiência em implantação de Cultura Ágil, explorando a capacidade dessa metodologia de abranger todas as áreas de conhecimento e níveis de gerenciamento.

Temos os melhores profissionais do mercado. Somos parceiros de verdade na alavancagem dos seus negócios!

Autor: Raphael da Costa, Agile Coach e Consultor de Projetos de Capital e infraestrutura na VerumPartners